MODA E BELEZA



Amend apresenta linha RLP para recuperar cabelos danificados e enfraquecidos por processos químicos

Sistema Integrado Reconector de Ligações e de Preenchimento Capilar traz o exclusivo Filler Rebonding System em dois passos
 

A Amend inova oferecendo uma opção para os cabelos que, após processos químicos, tiveram as estruturas das fibras comprometidas, causando rompimento da cutícula, expondo o córtex e atingindo as ligações internas dos fios, o que gera enfraquecimento, quebra e porosidade.

A linha Amend RLP - Sistema Integrado Reconector de Ligações e de Preenchimento Capilar, possui ativos que atuam de forma inteligente em todos os níveis da fibra capilar, agindo onde há danos, preenchendo a massa capilar e refazendo as pontes essenciais que foram danificadas, criando múltiplas pontes adicionais na estrutura de queratina.

O exclusivo Filler Rebonding System, fortalece o cabelo progressivamente , graças aos  ativos elaborados com moléculas exclusivas, que ao serem injetados nos fios, reparam profundamente, diminuindo a quebra, refazendo e substituindo as pontes danificadas e ainda preenchendo onde há falta de massa capilar. Promove também uma proteção completa contra danos futuros, causados por coloração, permanente, calor do secador, chapinha e agressões externas. A Amend é a primeira marca a com essa tecnologia na América Latina.


Onde encontrar: Os produtos Amend estão disponíveis em mais de 6 mil pontos de venda espalhados pelo Brasil. A marca também disponibiliza os produtos por meio do e-commerce (www.amend.com.br). O kit da linha Amend RLP – Sistema Integrado Reconector de Ligações e de Preenchimento Capilar está à venda por R$ 92,81.

___________

DESFILE | OSKLEN - ASAP OCEANS | SPFW N46 - Verão 19

“Um manifesto em prol dos Oceanos, sob uma forma conceitual, estilística e concreta“

Dando continuidade ao movimento ASAP, um chamado da OSKLEN para a urgência da adoção de um estilo de vida alinhado a práticas socioambientais, a coleção ASAP Oceans reafirma esse propósito e lança um manifesto em defesa dos mares e oceanos.

O envolvimento da Osklen e do Instituto-E com essa temática sempre esteve presente na história da marca. Oskar Metsavaht, diretor criativo da Osklen, presidente do Instituto-E e embaixador da UNESCO para a cultura da paz e da sustentabilidade, integrou, em 2017, a delegação do Ministério do Meio Ambiente para a Conferência da ONU sobre os Oceanos e atua como defensor da expansão das áreas marítimas protegidas.

Desde 2009, a Osklen e o Instituto-E são co-adotantes de canteiros de vegetação de restinga, que preservam o ambiente praiano banhado pelo mar. Só nas praias cariocas foram replantadas mais de 41.620 mudas em mais de 11.000 m2, ação que ajuda na recuperação desse ecossistema.

A defesa da saúde dos mares e oceanos é um tema urgente para toda a humanidade e a Osklen e o Instituto-E têm feito a sua parte, se mobilizando e facilitando o engajamento de seus parceiros.

Faça também parte do ativismo em prol desta causa.

Coleção SS19

Oceans, tema que permeia a história da Osklen, surge nesta temporada traduzido na fusão do universo náutico com os uniformes de mergulho e a poesia do personagem do pescador.

A economia circular e o uso de matérias-primas mais conscientes e sustentáveis seguem um compromisso assumido pioneiramente pela OSKLEN há 20 anos, quando trabalhou pela primeira vez com algodão orgânico. No último ano, para produção da linha de malha PET, a OSKLEN poupou 119 milhões de litros de água, reduziu em 70% o consumo de energia elétrica e atingiu o recorde de 272 mil garrafas plásticas reutilizadas que acabariam em lixões das cidades ou nas águas do oceano.


A coleção SS19 é uma extensão desses processos e projetos mais sustentáveis.

Osklen + Casa do Cacete

A Osklen e o Instituto-E, em parceria com o IPTI (Instituto de Pesquisa, Tecnologia e Inovação) e a Casa do Cacete, projeto composto por quatro jovens artistas empreendedores de Santa Luzia de Itanhy, no Sergipe - um dos municípios de menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil - apresentam o resultado de um trabalho desenvolvido a várias mãos para a coleção SS19.

O intercâmbio de experiências e saberes resultou na co-criação de prints que estampam diversas peças da coleção. O mangue é um dos principais temas que inspiram o trabalho desses jovens, com o intuito de chamar a atenção para esse berçário da vida marinha presente na biodiversidade brasileira. Na passarela, as estampas crasto fish, aratu e os florais são resultado deste trabalho.

Osklen + Bordando o futuro

A cooperativa “Bordando o Futuro”, localizada em Itaperuna, no
estado do Rio de Janeiro (RJ), desenvolveu as bolsas em macramê da coleção, técnica de tecelagem feita à mão.  A parceria contribui para a geração de renda e reinserção social das bordadeiras envolvidas no processo.

Osklen + ArteSol

A ArteSol é uma organização sem fins lucrativos que trabalha há quase duas décadas investindo na valorização e promoção do artesanato tradicional brasileiro por meio de estratégias voltadas para a sustentabilidade ambiental, econômica, social e cultural das comunidades em que atuam. Seu principal objetivo é apoiar a salvaguarda da tradição artesanal, promovendo a autonomia dos artesãos e o desenvolvimento socioeconômico de mais de 110 grupos produtivos em todo o Brasil. A parceria com a Osklen aparece nas peças e acessórios confeccionados em palha piaçava.

Sobre o Instituto-E

O Instituto-E é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que acredita que compartilhar informações é o primeiro passo para promover o desenvolvimento humano sustentável. A partir dessa concepção e do desejo de inovar, recorre a uma linguagem alternativa e multimídia para canalizar a energia da sociedade e direcioná-la para a defesa da nossa biodiversidade, do direito à informação e à educação e do patrimônio histórico e cultural do Brasil. O Instituto-E visa cumprir sua missão por meio da criação e gestão de uma rede que potencialize sinergias entre diferentes iniciativas e agentes da sociedade. Sua atuação se concentra nas áreas que compõem o ideário dos seis “e”s: earth, environment, energy, education, empowerment e economics.

Ficha técnica

Matérias-primas:
Linho, seda, crepe de seda dublado, tricô manual de corda náutica, tricô rayon, sarja de algodão, malha dublada, plissado.

E-fabrics
Seda de gaze e linho, palha de seda, tyvek, lona eco, couro de salmão e  pirarucu, palha de piaçava.

Estampas
Pirarucu, Waves e prints em Parceria com a Casa do Cacete:

- floral light blue e floral deep blue: retratam espécies de plantas encontradas na região de Santa Luzia do Itanhy, cidade dos ilustradores;

- aratu blue: homenagem a um dos principais meios de geração de renda dessa população ribeirinha, a caça e revenda de Aratu, uma espécie comum de caranguejo da região;

- crasto fish blue: espécies de peixes encontrados na região do Crasto/Santa Luzia do Itanhy - SE, povoado da maioria dos ilustradores.

A defesa da saúde dos mares e oceanos é um tema urgente para toda a humanidade e a Osklen e o Instituto-E têm feito a sua parte, se mobilizando e facilitando o engajamento de seus parceiros.


Faça também parte do ativismo em prol desta causa.


______________

8º Fashion Meeting reúniu nomes consagrados da moda
O evento aconteceu entre os dias 4 e 6 de outubro, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo.
Daniela Dornellas, idealizadora e curadora do Fashion Meeting     Foto: divulgação

Reuniu cerca de 40 grandes profissionais do universo da moda, o evento trouce uma programação com palestras, desfiles e meetings com foco no tema "Change Your Mind". "O Brasil vive há alguns anos um momento de agitação, efervescência e transformação. A crise política, econômica e social levou a sociedade brasileira a um processo de resiliência e transformação, mais uma vez. A moda brasileira reflete isso e, como parte desta indústria.





Aluna da Faculdade Santa Marcelina vence concurso promovido pela marca Tufi Duek para a campanha Outubro Rosa

Ludmila Moura Obrigon desenvolveu a estampa exclusiva para um body, que será comercializado e terá toda a renda revertida para a UNACCAM

Alunos de Moda da Faculdade Santa Marcelina participaram, pela primeira vez, de concurso promovido pela marca Tufi Duek, especialmente para a campanha Outubro Rosa. A ganhadora foi a aluna do terceiro ano, Ludmila Moura Obrigon. A estampa criada pela aluna será usada em um body, que será comercializado durante um ano e terá a renda revertida à UNACCAM - União e Apoio no Combate ao Câncer de Mama.

Durante o concurso, que durou duas semanas, os alunos foram desafiados a desenvolver uma estampa que tivesse relação com o câncer de mama. Dos 15 trabalhos enviados pela Faculdade Santa Marcelina, três foram selecionados pela Tufi Duek como melhores. O trabalho apresentado por Ludmila ficou com a primeira colocação, em segundo lugar ficou a aluna Vitória Lazzarini Aguiar e em terceiro, Tauana Hernandez.

Ludmila trabalhou com a ideia de empoderamento feminino e sororidade, representando a força das mulheres em um momento de dificuldade na saúde e a união feminina na luta contra o câncer de mama. “Fico muito feliz e grata pela oportunidade de representar a Faculdade Santa Marcelina e divulgar meu trabalho em uma marca renomada como a Tufi Duek, por meio de uma campanha tão importante”, afirma a aluna ganhadora do concurso.

Vitrine Fashion

NEW DOG

Postagens mais visitadas